8 atividades em inglês que podem ajudar na aprendizagem

Até certo tempo atrás, acreditava-se que aprender um novo idioma significava longas horas de estudo da gramática. Por meio de um método repetitivo, imaginava-se estar formando falantes fluentes. Hoje, sabemos que não adianta manter apenas um estudo passivo da língua: é necessário estar em um ambiente de imersão, realizando diversas atividades em inglês, para fortalecer o conhecimento.

Quanto maior for o contato diário com a língua inglesa, mais você vai aprendê-la. Você pode ter aulas em uma escola de inglês e complementar o aprendizado com filmes ou seriados, videogames, lendo livros ou acessando sites. Para tanto, não é preciso estar em outro país! Atividades em inglês que apresentam tarefas reais permitem atingir esse objetivo de forma lúdica e interativa.

Quer saber quais são essas atividades? A seguir, confira 8 Programas Educacionais oferecidos pela Teddy Bear. Boa leitura!

1. Cooking Experience

Atualmente, a gastronomia é tendência. Exemplos disso são os inúmeros programas televisivos que trazem competições culinárias.

A verdade é que aquela história de alguém fazer a comida para você está ficando cada vez mais fora de moda, já que saber cozinhar é uma das características do jovem bem-sucedido do século XXI. Quem sabe você até não se torna um grande chef?

Na Teddy Bear, o programa Cooking Experience vai ajudá-lo a construir o vocabulário temático em inglês, além de permitir que você coloque a mão na massa para aprender receitas como vegetable pie (torta de legumes), wheatbread (pão integral) e cupcakes, entre outras. Delícia!

Tudo isso é feito com a orientação e a supervisão de profissionais qualificados, em um ambiente especial para os alunos. Dessa maneira, a turma desenvolve sua interação e fortalece os laços de amizade, fundamentais para motivar os estudos em inglês.

2. Gardening

Você sabia que uma das grandes apostas para o futuro é a sustentabilidade? Isso porque é necessário pensar no desenvolvimento social e econômico dos países sem esgotar os recursos naturais.

Hoje, todo cidadão precisa saber sobre esse tema atual e relevante. Afinal, ele é cobrado nas escolas, nos vestibulares, e até mesmo como conhecimento do profissional de sucesso.

Coerente com essa perspectiva, a Teddy Bear oferece o programa Gardening at School, que aborda o tema em inglês, aliado a um projeto desenvolvido em hortas orgânicas. Nelas, os alunos podem plantar e colher verduras, frutas ou legumes. Nada como estar conectado com o meio ambiente e aprender outro idioma, não é mesmo?

Mas, afinal, como tal prática aprimora a aprendizagem? Ao entrar em contato com a natureza, o jovem estuda novas palavras e ações por meio de um ensino lúdico e contextualizado, o que garante a ampliação do seu vocabulário e favorece a fluência na língua.

3. Bearfest

Nós sabemos que uma das maiores dificuldades de quem está aprendendo um novo idioma é o public speaking. A razão é simples: falar na frente de um público atento traz ansiedade e, muitas vezes, angústia para o palestrante, ainda mais em outra língua.

Pensando nisso, a Teddy Bear montou um programa educacional voltado às apresentações artísticas com expressão oral, totalmente em inglês. Os alunos desenvolvem habilidades de entonação, autoconfiança, ampliação do vocabulário e muitas outras.

Por meio de práticas teatrais como improvisação, interpretação e memorização, assim como das atividades pedagógicas voltadas à fala, os alunos conseguem trabalhar suas percepções dos sentidos, a socialização e a autoconfiança. Todas essas características são fundamentais para fazer excelentes discursos.

4. Reading & Writing are FUNdamental

Você já teve vontade de ler um livro em inglês? Mais do que conhecer a gramática e o vocabulário de um idioma, é necessário saber ler e escrever nessa língua, pois isso desenvolve diversas competências linguísticas, além de incentivar o pensamento crítico, a criatividade e a imaginação.

Assim, esse programa educacional incentiva a leitura e a produção de textos, atividades de interpretação, artes e debates em grupo. A vivência da língua é introduzida de forma prática e eficiente, estimulando o gosto pela escrita estrangeira.

Para as crianças não alfabetizadas ou em processo de alfabetização, há o Storytelling Project, que desperta o gosto pela leitura desde cedo por meio de atividades lúdicas. Falaremos mais sobre essa opção ao longo do artigo.

5. Snack Time

Snack Time promove a interação social por meio do uso da língua inglesa de forma espontânea e contextualizada. Em um momento descontraído, como o período do lanche, os alunos podem aproveitar e aprender (em inglês) assuntos relacionados a temas como alimentação, nutrição, higiene, sustentabilidade ou cultura alimentar, entre outros.

Dessa forma, o vínculo e a relação entre o educador e os alunos são aprimorados, permitindo que o aprendizado seja mais efetivo ao longo do ano letivo. Como resultado, o desempenho de toda a turma é fortalecido.

6. Learning & Tech

Aprender algo não precisa ser chato e monótono! O Learning & Tech oferece atividades em inglês dinâmicas, que exploram a tecnologia de maneira interativa e lúdica, além de preparar o estudante para as novas linguagens do nosso mundo contemporâneo.

Um dos recursos utilizados para tanto é o gamification (ou gamificação, em português), uma metodologia que traz elementos dos videogames para a sala de aula. Também é possível aproveitar diversos aplicativos para aprender e estudar inglês.

Um dos maiores aprendizados obtidos por meio da tecnologia é a comunicação. Com o uso tanto de jogos virtuais quanto dos aplicativos móveis, as aulas se tornam dinâmicas, conquistando a atenção dos alunos ao mesmo tempo em que fortalecem a memória e aprimoram a pronúncia em inglês.

Assim, o programa estimula as habilidades intelectuais de cada participante, despertando o interesse e a curiosidade para contextualizar o conteúdo da aula. Dessa forma, os alunos se sentem motivados a continuarem seus estudos, já que eles nasceram em um mundo tecnológico e virtual.

7. Backyard — Learning by Moving

Agora, se a sua praia são os esportes, fique tranquilo! Ainda há o Backyard — Learning by Moving, que alia a prática de exercícios físicos ao aprendizado da língua inglesa.

Nesse programa, o aluno tem determinado tempo durante as atividades pedagógicas para brincar na área externa com bolas, cordas, bambolês, quadro negro, cestas de basquete e muito mais!

Assim, a turma aprende novas palavras e técnicas de fala ou escuta, ao mesmo tempo em que movimenta o corpo e desenvolve uma vida mais feliz e saudável. Como consequência, cria-se um ambiente de aula dinâmico, interativo e significativo.

8. Storytelling Project

Outro programa educacional muito eficiente da Teddy Bear é o Storytelling Project. Você se lembra de que já citamos essa opção? Trata-se de uma modalidade que estimula a curiosidade, a imaginação e o pensamento crítico e abstrato dos participantes, bem como a interação social entre os integrantes da turma e o educador cultural.

Por meio da contação de histórias em inglês, as crianças não alfabetizadas ou em processo de alfabetização aprendem com mais facilidade os vocabulários de outra língua. Isso porque é possível criar um mundo imaginário em que a contextualização de novas palavras esteja presente.

Além de tudo, as atividades em inglês despertam o interesse pela leitura desde cedo, sobretudo aquela feita em outro idioma. Assim, há um desenvolvimento rápido e eficiente na língua inglesa, sem contar que os alunos passam a ter gosto pelo conhecimento.

Gostou das atividades em inglês reunidas neste artigo? Como vimos, existem programas para todos os gostos de crianças e adolescentes, desde trabalhos com tecnologia até atividades na natureza. Como resultado, há um estímulo para que cada aluno se mantenha motivado nos estudos e aprenda outro idioma de forma saudável.

E aí, nosso conteúdo foi útil para você? Sabe de outra atividade em inglês que estimule o aprendizado dos alunos? Compartilhe conosco nos comentários, pois ficaremos felizes em conhecê-la!

Powered by Rock Convert