Atividades de inglês para crianças: uma alternativa à escolarização precoce

Hoje, muitas famílias optam por adiar a entrada na escola e oferecer estímulos complementares aos filhos. Atividades em inglês para crianças podem ser uma excelente opção para estimulá-las. Confira!

Definir o momento de entrada dos filhos na escola nem sempre é uma decisão fácil, já que se trata de uma delicada equação que deve equilibrar a realidade da família, o momento da criança e as opções viáveis.

Somam-se ainda as questões em relação ao futuro dos filhos, resultando na grande reflexão feita pelos pais: quais experiências terão impacto mais positivo para a criança?

É por isso que muitos pais adiam o começo da vida escolar e permanecem ao lado dos filhos por mais tempo. No entanto, eles têm dúvidas de como suprir os estímulos necessários, pois esse é um momento-chave para o desenvolvimento das capacidades cognitivas, emocionais, motoras e sociais da criança.

Se você também acha que essa pode ser uma boa opção para sua família, saiba que as atividades em inglês para crianças podem ser uma excelente opção, já que elas contribuem para o seu desenvolvimento integral. Acompanhe este texto e veja os benefícios!

Quais são as atividades em inglês para crianças?

Aprender uma segunda língua beneficia pessoas de todas as idades. Mas para as crianças, os efeitos são ainda mais perceptíveis! Isso porque o contato com outro idioma estimula a imaginação e a memória e auxilia na compreensão de outras áreas do conhecimento.

Além disso, a criança aprende não só outra língua, mas novos conceitos e uma cultura diferente da sua. Como consequência, cresce mais aberta ao diferente e se adapta com mais facilidade a novos contextos e realidades.

O segredo para inserir a criança em uma língua diferente é lançar mão de atividades lúdicas que proporcionam o conhecimento de uma nova língua no brincar, alinhando a teoria e a prática e deixando o processo de aprendizagem mais divertido.

Se você tem dúvidas sobre qual é a melhor idade para iniciar, saiba que quanto antes seu filho tiver contato com o idioma, melhor! Pesquisas das últimas décadas mostram que os primeiros anos são um período privilegiado para o aprendizado de línguas, pois a criança já está no processo de conhecimento da língua nativa, favorecendo a memorização de novos elementos.

Por isso, atividades lúdicas são uma excelente alternativa para os que querem manter os filhos em casa por mais tempo e oferecer opções de qualidade.

Abaixo, separamos as principais atividades que potencializam o aprendizado da criança sem perder o tom lúdico, essencial para a introdução do conteúdo de forma simples e natural. Confira!

Cozinhar

O que é melhor do que aprender colocando a mão na massa? A cozinha apresenta um leque enorme de possibilidades de aprendizado que aumentam a capacidade da criança de entender e se comunicar com mais facilidade, já que tem um vocabulário rico e essencial para o dia a dia.

Além disso, ao incentivar a criança a cozinhar, você proporciona momentos que serão levados para a vida inteira, não só relacionados ao inglês, mas também sobre técnicas de culinária.

Outro ponto importante é a possibilidade que a cozinha oferece de criar momentos em família. Mesmo sendo uma atividade que pode ser aplicada na escola, o núcleo familiar também pode desenvolvê-la, aumentando a interação entre pais e filhos sem perder o foco no aprendizado lúdico.

Uma boa dica é encontrar receitas que a família toda gosta em inglês, fazendo uma leitura em conjunto com a criança ou deixando ela liderar, caso se sinta confortável. Lembre-se de que é sempre possível recorrer a um dicionário e até mesmo a tradutores online para facilitar a compreensão.

Abaixo, listamos alguns dos principais vocabulários que são utilizados na cozinha e que estimulam a aprendizagem do seu filho:

  • to add: adicionar;
  • to bake: assar;
  • to chop: picar;
  • to cut: cortar;
  • blender: liquidificador;
  • bowl: tigela;
  • measuring cup: copo de medidas
  • oven: forno
  • sugar: açúcar;
  • flour: farinha;
  • baking powder: fermento;
  • eggs: ovos.

Assistir a filmes e séries

Outro método muito buscado atualmente é utilizar séries e filmes como mecanismos de conhecimento de uma língua estrangeira. Além de trazer mais dinamismo e entretenimento para o dia a dia — e transformar o lazer em uma forma de aprender —, o cinema é uma fonte excelente de conhecimento de novas palavras, da pronúncia e do listening.

Nesse sentido, existem algumas formas de você investir nessa atividade em inglês para crianças, considerando sempre seu nível de entendimento. Uma maneira é apostar em séries e desenhos animados que tenham áudio em inglês.

Outra forma é evoluir gradualmente essa prática, de acordo com a faixa etária da criança, assistindo a um episódio da série favorita ou filmes e desenhos animados com legendas em inglês. Isso auxilia a criança a compreender os diálogos por completo e enriquece o seu vocabulário.

Além disso, a prática gradual permite que a criança conheça profundamente como as palavras são usadas em diferentes contextos, como elas são escritas e sua pronúncia, além de entender como se dá a estrutura de uma frase, facilitando a memorização das palavras e um maior entendimento do contexto apresentado.

Isso, no dia a dia, possibilita a aplicação do conhecimento adquirido na realidade em que ela vive, além de incentivar as associações entre as palavras, potencializando sua comunicação.

A dica de ouro, então, é escolher uma série ou filme que fale de assuntos cotidianos. Para os mais velhos, uma sitcom, como Friends e How I Met Your Mother, pode ser uma boa escolha, pois trata de vidas de sujeitos normais. Para os mais novos, os desenhos devem ser priorizados, já que trazem uma linguagem mais acessível.

Ouvir músicas

Outro exercício excelente é escutar músicas de diferentes gêneros em inglês, para conhecer a fundo a expressão artística de outra cultura.

Essa atividade auxilia não só o listening da criança, como também aumenta o seu vocabulário e a capacidade de compreensão contextual, possibilitando a descoberta de novas expressões e gírias estrangeiras.

Além disso, ao cantar músicas em inglês, a criança aprende a pronunciar as palavras de forma correta e a diferenciar entonações e significados.

Ler livros

leitura de livros é um exercício gradual e que deve ser inserido de acordo com a faixa etária e conhecimento de inglês que a criança possui, pois se o livro tiver um vocabulário muito intenso, a compreensão do contexto pode ser prejudicada, desestimulando o seu filho a aprender.

Nesse sentido, caso ele já esteja em um nível médio ou avançado, investir em livros pode ser uma boa alternativa para aumentar a compreensão da grafia e do vocabulário de maneira geral.

Mas atenção: é preciso tomar cuidado para encontrar um livro que associe o interesse da criança e a acessibilidade de leitura. Também é preciso evitar pesquisar no dicionário cada palavra não compreendida, pois isso acaba dificultando a fluidez da história e desmotivando a criança a entender, de fato, o que está acontecendo naquele contexto.

Caso seu filho ainda não apresente um nível avançado de inglês, o ideal é investir em pequenos textos que apresentem uma linguagem mais acessível, estimulando a criança a se desafiar para, depois, inserir livros de fácil a média compreensão no seu dia a dia.

Jogar videogame

Proporcionar um contato mais íntimo com outro idioma, muitas vezes, pode parecer um desafio. Os jogos surgem para quebrar essa dificuldade e aproximar as crianças e os jovens da língua inglesa de uma maneira descontraída.

Lembre-se de que, se o contato com o inglês estiver associado a uma atividade divertida, a criança aprenderá mais facilmente. Por isso, escolha jogos que tenham interações e frases em inglês, dando foco para aqueles que tragam quests ou um enredo narrativo interessante.

Dê prioridade, também, para jogos que relacionem a história com as missões, pois isso acaba prendendo a criança ao jogo e gerando interesse — o que aumenta não só seu aprendizado, como sua vontade de estudar inglês por meio de um dispositivo divertido e interativo.

Como escolher a escola adequada?

Para ajudar seu filho, você pode oferecer estímulos em casa ou escolher uma escola especializada no ensino de inglês, que conta com profissionais com experiência no assunto!

Ao procurar essa escola, observe se a metodologia respeita as etapas do desenvolvimento. Nessa fase, é importante que ela seja lúdica e explore as diferentes linguagens (oral, visual, corporal e sensorial). Assim, seu filho terá a oportunidade de se expressar e desenvolver diferentes habilidades.

Na Teddy Bear, por exemplo, as atividades em inglês para crianças vão muito além da sala de aula. Alunos pré-alfabetizados aprendem de forma natural no playground, praticando jardinagem ou dramatizando. Até mesmo as Cooking Experiences (aulas de culinária) são bons motivos para praticar o inglês.

Por meio de jogos e brincadeiras, eles exploram esse momento de descobertas e vivenciam o inglês de forma divertida e significativa. Cantando, brincando, colorindo ou dançando, eles expressam seus sentimentos e criam uma relação positiva com o idioma.

A escola acredita, ainda, que a alegria de viver deve fazer parte do cotidiano dos alunos. Assim, as atividades são pensadas de forma a incentivar o prazer em aprender a língua inglesa.

Você consegue perceber a importância de utilizar atividades lúdicas em inglês para crianças? Com elementos que trazem diversão e descontração, seu filho consegue aprender uma nova língua com mais facilidade, diminuindo a prática de atividades cansativas que desestimulam o aprendizado.

E aí, gostou deste artigo? Quer ler mais textos como este na sua linha do tempo? Então, siga-nos nas redes sociais para não perder nenhuma atualização! Estamos no Facebook e Instagram!

Powered by Rock Convert