INDEPENDENCE DAY NOS ESTADOS UNIDOS: SAIBA O QUE É AGORA MESMO!

Fazer um intercâmbio não é apenas uma oportunidade de desenvolver o seu conhecimento em uma outra língua, mas também ter contato com uma nova cultura. Por isso, é importante tentar entender um pouco mais sobre o destino que você se imagina morando. Uma celebração muito importante, por exemplo, é o Independence Day nos Estados Unidos.

Por mais que o filme com Will Smith sobre uma invasão extraterrestre tenha o mesmo nome, não é disso que vamos falar neste artigo. Assim como o Natal ou o Dia de Ação de Graças, o Independence Day é muito relevante para a cultura norte-americana. Feriado, fogos, churrascos, celebrações, enfim, é uma data importante para qualquer pessoa que more no país.

Que tal, então, conhecer um pouco mais sobre essa data, algumas curiosidades e a importância de chegar ao seu destino de intercâmbio bem informado? Continue a leitura deste artigo para saber tudo sobre o Independence Day nos Estados Unidos e o que esperar dessa data quando estiver em terras norte-americanas. Confira!

O que é o Independence Day nos Estados Unidos?

Assim como o Brasil foi colônia de uma potência europeia, os Estados Unidos também foram, só que pelos britânicos. Em 2 de julho de 1776 — 46 anos antes dos brasileiros —, porém, foi declarada a independência das 13 colônias do Reino Unido. Ou seja, a subordinação dessa região ao comando do Rei Jorge III estava finalizada. Assim, surgiu o Independence Day nos Estados Unidos.

Popularmente, também é conhecido como The Fourth of July, o que pode gerar alguma confusão por conta da data acima. Afinal, a independência aconteceu no dia 2 ou 4 de julho? A declaração foi feita no segundo dia do mês, porém, apenas 48 horas depois o documento foi debatido e revisado pelo Congresso, dando a aprovação final para a autonomia das treze colônias.

Até hoje, é considerado o feriado mais importante entre os norte-americanos, sendo motivo para festas, desfiles, churrascos, queima de fogos e outras comemorações. A data também é conhecida como o Dia Nacional dos Estados Unidos, um momento importante para destacar o patriotismo em toda a nação.

Também é importante entender o contexto do Independence Day nos Estados Unidos. O período era marcado pela Revolução Americana, que representava a insatisfação das colônias com a monarquia britânica. O aumento da exploração na região passou a incomodar cada vez mais os revolucionários e após diversos conflitos, a independência finalmente foi conquistada.

Quais são as principais curiosidades do Independence Day?

Que tal, então, ficar por dentro de algumas curiosidades sobre o Independence Day nos Estados Unidos? Separamos alguns pontos que você deve ficar de olho. Confira!

Quais são as principais comemorações?

O principal atrativo das comemorações do feriado no dia 4 de julho é ir para as ruas celebrar o orgulho de ser norte-americano ou mesmo morar no país. Por isso, a maioria das atividades acontece em ambientes externos, com piqueniques, churrascos e encontros com amigos e familiares promovidos ao ar livre.

Antes desses encontros, porém, as cidades costumam realizar desfiles comemorando a independência. Ao fim do dia, outra tradição importante é a queima de fogos, uma atividade que foi escrita por John Adams na declaração de independência e segue até hoje. Jogos de beisebol também são comuns nesse dia, um esporte muito tradicional no país.

Principais dados numéricos sobre essas comemorações?

Como falamos acima, a queima de fogos é um momento importante na celebração do Independence Day nos Estados Unidos. A maior festa acontece em Nova York, conhecida como Macy’s Fireworks. São quase 12 dias de trabalho para criar uma experiência única e celebrar o orgulho de ser norte-americano.

No total, são 25 minutos de espetáculo de som e imagem. Para se ter uma ideia, em 2019 foram mais de 70 mil efeitos pirotécnicos utilizados durante a queima de fogos em pontos turísticos da cidade, como a Brooklyn Bridge. De acordo com um levantamento de 2018, os norte-americanos gastam quase 1 bilhão de dólares todos os anos com a compra de fogos de artifício para a data.

Como vão ser feitas as comemorações em meio à pandemia?

O período de isolamento social por conta da pandemia do COVID-19 alterou bastante a rotina de populações por todo o mundo. A Páscoa, por exemplo, foi comemorada de forma mais contida, com o Papa Francisco celebrando uma missa praticamente vazia. O mesmo deve acontecer durante o Independence Day nos Estados Unidos: adaptações para continuar celebrando.

A maioria das cidades norte-americanas estão cancelando seus grandes eventos, reduzindo as chances de aglomerações nas ruas. Mesmo assim, algumas celebrações devem ser feitas. Isso mostra um pouco mais da importância dessa data tão especial para o país.

Qual é a importância de conhecer esses fatos históricos?

Por mais que a língua e a vontade de se tornar mais independente sejam fatores importantes dentro do processo de intercâmbio, não basta isso para uma experiência enriquecedora. Afinal, a cultura é parte importante de qualquer país e absorver um pouco dos costumes de um local pode tornar a sua viagem ainda mais relevante para o seu desenvolvimento pessoal.

Ao chegar ao seu destino bem informado, a tendência é que o seu encaixe com seus novos amigos e família no país seja mais simples e natural. Isso demonstra o seu interesse pela cultura daquele local, o que é bastante valorizado por quem está recebendo você. Ficar por dentro de fatos históricos, como o Independence Day nos Estados Unidos, pode ser muito importante.

Além do vocabulário, também é importante entender os aspectos culturais no país que você vai realizar o intercâmbio. Para quem quer se mostrar mais independente e ter uma adaptação mais natural, essa é uma dica valiosa. Quanto mais informações você tiver sobre o seu destino, maior vai ser o retorno de uma experiência tão importante.

Agora que você já sabe tudo sobre o Independence Day nos Estados Unidos, que tal continuar aprimorando o seu vocabulário? Enquanto você se prepara para fazer um intercâmbio, uma dica para melhorar ainda mais o seu nível de inglês e também ficar por dentro da cultura norte-americana é assistir filmes e séries sem legenda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *