Intercâmbio no Canadá – 7 dicas exclusivas

Fazer um intercâmbio no Canadá é mesmo uma ótima oportunidade, o que pode ser comprovado por milhares de viajantes que passaram por essa experiência e hoje guardam boas lembranças. Um dos pontos altos do país é a sua receptividade, já que pessoas do mundo inteiro vivem por lá.

As terras canadenses ficam ao norte das Américas, sendo a pluralidade cultural outra característica marcante. A colonização francesa e inglesa fez com que o Canadá tivesse duas línguas oficiais (o francês e o inglês). Além disso, é um lugar seguro, organizado, desenvolvido e que oferece uma ótima qualidade de vida.

São muitos os motivos para fazer um intercâmbio no Canadá. Aproveite para conferir mais detalhes e algumas dicas do que não pode ficar de fora da sua programação durante o intercâmbio!

As principais cidades para visitar

Por ser um país tão extenso, é claro que o Canadá tem uma lista imensa de municípios. Vale dizer que boa parte do território é inabitado devido às baixas temperaturas. Em todo caso, suas cidades mais conhecidas são as que recebem o maior número de intercambistas.

Veja as principais logo abaixo.

Vancouver

Situada na costa oeste, Vancouver sempre aparece nos rankings de melhores cidades para se viver. É um grande centro urbano, com belas paisagens naturais, o que incentiva muito o turismo local. Uma das suas vantagens é ter um clima mais ameno em comparação à região leste, o que não causa tantas dificuldades aos viajantes brasileiros.

Toronto

É a maior cidade canadense, conhecida pelas diferenças culturais e pela sua modernidade. Está localizada na parte leste e fica relativamente próxima de Nova York (EUA), uma das grandes metrópoles mundiais. O fato de ser cosmopolita é um atrativo para quem está buscando expandir os horizontes e conhecer um pouco do mundo.

Ottawa

Embora não seja o município mais conhecido, é a capital do país. Fica a aproximadamente 400 quilômetros de Toronto, sendo uma opção mais tranquila e com todos os charmes de uma cidade pequena. Ottawa concentra grande parte das instituições de ensino, pesquisa e cultura do Canadá.

Dicas do que fazer em um intercâmbio no Canadá

A chance de fazer um intercâmbio não pode ser desperdiçada. Por isso, ao escolher um destino, é essencial fazer uma boa pesquisa para tentar aproveitar o máximo possível dessa oportunidade. Afinal, nem sempre temos como saber se voltaremos ao país em breve, não é verdade?

É claro que a programação dependerá de vários aspectos, como a duração da estadia, o tempo disponível aos turistas, as condições financeiras para viajar, entre outros. Mesmo assim, vale a pena analisar todas as alternativas para fazer as suas escolhas.

Veja quais são as nossas principais sugestões.

1. Visitar as Cataratas do Niágara

Uma das quedas d’água mais famosas do mundo, as Cataratas do Niágara são um verdadeiro espetáculo natural e o volume das cachoeiras é impressionante. A viagem é facilitada para quem está na região leste, já que a cidade fica a 130 quilômetros de Toronto.

Existem algumas formas de fazer a visita e a mais tradicional é ir pela estrada — além dos automóveis particulares, há linhas de ônibus com vários horários de saída. Para os mais aventureiros, é possível procurar pacotes de helicóptero e de barco.

2. Apreciar os belos parques e a natureza

A natureza é um detalhe especial do Canadá. Os parques são belíssimos e muito conservados, representando um programa perfeito para atividades ao ar livre em um dia agradável. As visitas aos parques nacionais podem demandar maior organização, mas os municipais não ficam para trás.

A árvore que simboliza o país e aparece na bandeira oficial é a maple tree, que está presente em todos os cantos. Os lagos também merecem atenção e muitos têm água cristalina de cor turquesa. Enfim, a beleza natural é uma peculiaridade canadense que merece toda a sua atenção.

3. Aproveitar a neve

Já que no Brasil temos um clima tropical, a ideia é aproveitar o frio do Canadá para ter experiências diferentes — claro, se o seu intercâmbio no Canadá estiver programada para os meses de inverno. Quem ainda não conhece a neve não deve deixar de contemplar o fenômeno. Outra ideia que pode ser muito legal é praticar esportes, como esqui, patinação no gelo ou snowboarding.

4. Ir a um jogo de basquete ou de hóquei

As tradições esportivas também formam a cultura de um país, até porque cada nação tem suas diferenças. No caso do Canadá, assistir a um jogo de basquete ou de hóquei é um evento imperdível para experienciar tal traço cultural. Mesmo que você não seja o maior fã desse tipo de atração, vale a pena adicioná-lo à sua lista pelo menos uma vez.

No país, o hóquei no gelo é como o futebol para o brasileiro, sem falar que os objetivos são semelhantes (fazer gols). O basquete é outro esporte bem comum e os times canadenses são muito fortes, a exemplo do Toronto Raptors. Acredite: a atmosfera dos jogos é capaz de proporcionar uma ocasião divertida.

5. Conhecer os pontos turísticos locais

Independentemente da cidade em que você estiver, pesquise sobre os pontos turísticos locais que merecem uma visita. Talvez o seu intercâmbio não seja muito longo e você não consiga atravessar o país, mas com certeza existem lugares interessantes ao seu redor.

Por exemplo, a CN Tower e o Ripley’s Aquarium estão entre os favoritos de Toronto. Se estiver em Vancouver, considere visitar a Capilano, uma ponte suspensa que rende fotos incríveis. Use a internet para buscar indicações e vá atrás dos cartões-postais de cada cidade.

6. Experimentar o poutine

Incluir uma dica gastronômica é sempre bom, concorda? Um dos pratos canadenses típicos e mais procurados pelos turistas é o poutine, uma porção de batatas fritas com queijo coalho e molho de carne. Não é tão exótico e muita gente garante que é bem saboroso.

7. Presenciar a aurora boreal

A aurora boreal é o encontro dos ventos solares com o campo magnético terrestre e só ocorre em áreas polares, transformando o céu de um jeito mágico. Para presenciá-la é preciso se deslocar até pontos específicos e pensar na data certa (geralmente, de fevereiro a abril e de setembro a outubro). Essa deve ser uma sensação única para guardar na lembrança!

Agora que você já tem todas essas dicas para fazer intercâmbio no Canadá, que tal começar a programar a sua viagem? Não tenha dúvidas de que o país tem muito a oferecer para os seus visitantes! Inclusive, a Teddy Bear tem uma parceria exclusiva com a Intercultural para pacotes de férias — o próximo acontece em janeiro, que tal participar?

Gostou do post? Compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais e contagie os seus amigos com as belezas canadenses!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *