Veja como estimular o processo de aprendizagem do seu filho

O processo de aprendizagem nunca acaba. Constantemente as pessoas estão aprendendo novos conceitos, fenômenos, comportamentos e habilidades, garantindo diferentes experiências que compõem a sua história de vida.

Por isso, saber como estimulá-lo corretamente é fundamental para que seu filho aprenda conceitos e fenômenos, dos mais simples aos mais complexos.

Foi pensando nisso que desenvolvemos este artigo com as melhores dicas práticas e eficientes para você estimular continuamente a aprendizagem do seu filho. Continue a leitura para saber mais!

Quais são os estágios do aprendizado e desenvolvimento?

Um dos pilares do processo de aprendizagem é o desenvolvimento infantil e adolescente. Compreender seus diferentes estágios é o que garante estímulos certeiros e positivos na aprendizagem.

Isso porque você identifica quais são as melhores atividades para incentivar o conhecimento do seu filho e, com isso, garante um interesse muito maior por parte dele, que fica instigado e curioso para saber o que será aprendido.

Por exemplo, não é indicado realizar brincadeiras com um adolescente de 16 anos para falar sobre valores e princípios, tendo em vista que esse conhecimento já foi introduzido durante sua pré-adolescência. O ideal é estabelecer uma conversa mais madura e consciente, em que ele possa expor seus ideais de forma clara e respeitosa.

No entanto, o jogo e o brincar são técnicas importantes no estágio pré-operatório, em que a criança tem entre 2 e 7 anos. Afinal, nessa etapa da vida, seu filho aprende muito mais por meio da ludicidade.

Para facilitar a compreensão, separamos cada estágio do desenvolvimento abaixo. Confira!

Estágio sensório-motor: dos 0 aos 2 anos

Esse é o primeiro contato da criança com o mundo, isto é, com as cores, os sons, os cheiros e as sensações experimentais. É o momento em que tudo é novo e, por isso, a aprendizagem está diretamente relacionada às imitações.

Além disso, como o próprio nome aponta, esse período apresenta um grande desenvolvimento motor, estimulando naturalmente a criança a controlar seus movimentos, diminuindo os reflexos e aumentando a consciência corporal.

Tudo isso pode — e deve! — ser estimulado para potencializar os aprendizados. Uma excelente forma para tal, é apresentar diferentes cores, texturas, sons e cheiros para o bebê, desenvolvendo cada vez mais o contato com o mundo real e facilitando a compreensão sensorial dos diferentes aspectos do mundo.

Estágio pré-operatório: dos 2 aos 7 anos

Depois de ter esse contato inicial com o universo sinestésico, as crianças entram no estágio pré-operatório, em que o foco do desenvolvimento se torna, de fato, a aprendizagem.

Enquanto que na fase sensório-motor o bebê ainda estava conhecendo seu corpo e os outros, no pré-operatório a criança já entende um pouco mais a realidade, aprendendo a falar e andar com segurança nos anos iniciais.

Além disso, esse é um período em que o conhecimento e o aprendizado estão voltados para fora do seu corpo. Em outras palavras, a intenção da criança é entender como que as relações se estabelecem, como os pais adquirem autoridade e como ele surgiu no mundo.

Justamente por isso, é o momento caracterizado pelas famosas perguntas dos “porquês” e por atitudes desafiadoras das crianças contra os pais, para testar os limites da sua educação.

Você já deve ter percebido que esse é um momento fundamental para desenvolver um aprendizado de qualidade, explorando diferentes conteúdos que serão utilizados em toda a vida do seu filho. Afinal, ele está solicitando conhecimento da melhor forma que ele consegue.

Acima, comentamos sobre a importância de investir em brincadeiras para as crianças dessa idade, acompanhando sempre o seu desenvolvimento e interesse pessoal.

Com isso, você proporciona uma grande motivação no seu filho — que se sente estimulado a continuar aprendendo — e enriquece seus conhecimentos ao desenvolver a linguagem, atenção, imaginação espontaneidade e expressão corporal.

Ainda, as brincadeiras são capazes de potencializar as fantasias e estimular o conhecimento da criança, que se sente dona das suas histórias e aprende novas palavras, brincadeiras e objetos.

Estágio operatório concreto: dos 7 aos 12 anos

Enquanto o estágio anterior estava voltado ao conhecimento do mundo externo, das relações pessoais, da sua posição no mundo, dos significados dos fenômenos e objetos, a fase operatória concreta chama a atenção para o desenvolvimento do raciocínio lógico.

Nesse momento, a criança está entrando no ensino fundamental, lidando pela primeira vez com disciplinas escolares mais avançadas, como matemática, ciências e artes.

Justamente por isso, o egocentrismo que antes prevalecia, diminui consideravelmente, facilitando uma compreensão significativa do que é o mundo e qual é o seu lugar nele.

Isso não só favorece o surgimento da empatia, como também da criação de uma rede de relacionamentos fortalecida, estimulando novas amizades.

Uma excelente forma de incentivar uma boa aprendizagem das crianças de 7 a 12 anos é trabalhar com a escola e com os amigos, encorajando seu filho a aprender uma língua diferente, fazer novos amigos e realizar exercícios de raciocínio lógico.

Lembre-se de que, qualquer atividade com o intuito de estimular o processo de aprendizagem deve ser sempre coerente com o estágio de desenvolvimento. Por isso, se seu filho está no período de fortalecer o raciocínio lógico, caminhe na mesma direção para que ele sintetize o conhecimento com facilidade.

Estágio da operação formal: dos 12 aos 16 anos

Por fim, o último estágio de desenvolvimento é o da operação formal. Esse é um período bastante crítico, pois envolve a transição da infância para a vida adulta, implicando na perda de uma realidade fantasiada.

Além disso, esse período favorece o desenvolvimento do pensamento abstrato, incluindo formas intuitivas de pensar e analisar o mundo, bem como de formular hipóteses e compreender metáforas com facilidade, isto é, transcendendo o conhecimento prático e tangível.

Para estimular o processo de aprendizagem nessa etapa, é preciso investir em técnicas diferenciadas que tragam os seus gostos pessoais à tona. Dessa forma, entender como o seu filho conversa com seus amigos, abrir a possibilidade de conhecê-los, estimular a leitura técnica e realizar conversas profundas e críticas é o caminho ideal.

Como estimular o processo de aprendizagem?

Até agora você já viu a importância de investir em diferentes atividades para o seu filho de acordo com a sua idade e fase de desenvolvimento, não é mesmo? No entanto, existem diversas técnicas que você pode trabalhar para garantir resultados ainda melhores.

Abaixo, separamos as melhores dicas para você incentivar atividades criativas e desafiadoras, aprimorando sua aprendizagem e desenvolvendo novas habilidades.

Use jogos educativos

Você se lembra que as crianças, nos estágios iniciais do desenvolvimento, aprendem por meio do olhar e da imitação? Ao estimular brincadeiras desde o início da vida, seu filho se torna capaz de aprender conceitos teóricos e críticos com facilidade no futuro.

Além disso, é por meio dos jogos e brincadeiras que a criança pode experimentar o seu próprio mundo, criando a sua linguagem e comunicação, aprendendo a lidar com as fantasias e desenvolvendo habilidades cognitivas e sociais que, essencialmente, compõem a educação e a aprendizagem.

Ofereça livros

Em conjunto com a escola, você pode — e deve! — oferecer livros para seus filhos que incentivam o hábito de leitura e fortalecem a alfabetização infantil. Com isso, você aprimora a criatividade e a imaginação da sua criança, ensinando sobre sentimentos, valores e relacionamentos de uma forma interessante e não cansativa.

A dica de ouro é trabalhar com assuntos que o seu filho tem bastante interesse para não se tornar uma obrigação no seu dia a dia. Procure compreender seus gostos e criar uma noite de leitura, em que ambos leem, contam diferentes histórias e estimulam a imaginação e a linguagem.

Incentive a interação com outras crianças

Ao longo do desenvolvimento, a interação com outras crianças se torna parte fundamental do processo de aprendizagem. Isso porque o ser humano intensifica a sua capacidade cognitiva quando trabalha em equipe.

Além disso, fortalecer laços de amizade durante a infância é fundamental para garantir a autoconfiança, um fator imprescindível na aprendizagem.

O processo de aprendizagem é sempre contínuo e deve caminhar ao lado do desenvolvimento do seu filho, facilitando a compreensão de aspectos complexos da vida. Lembre-se de escolher uma escola de qualidade, que esteja atenta aos estímulos das crianças e às realizações de atividades lúdicas e bem direcionadas, garantindo excelentes conhecimentos.

Agora que você já sabe como incentivar a aprendizagem do seu filho, que tal conhecer cinco dicas para motivá-los nos estudos? Boa leitura!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *