9 fatores para avaliar em uma Aula Experimental de inglês

Você percorreu um longo trajeto desde o momento em que considerou matricular seu filho em uma atividade extracurricular até a decisão de agendar uma aula experimental de inglês. Escolas de idiomas especializadas para crianças e adolescentes são determinantes no desenvolvimento dos jovens e essa escolha pode influenciar o seu interesse e também o seu aprendizado do idioma.

Mas, e agora? Agendar uma aula experimental de inglês é o modo mais seguro para garantir que você fez a escolha certa. Trata-se, também, de uma boa oportunidade para tirar todas as suas dúvidas sobre a metodologia da escola e perceber como seu filho será acolhido — tanto pelo corpo docente como pelos demais alunos.

A seguir, nós elencamos algumas práticas com relação às quais você deve ficar atento. Sem dúvidas, elas podem ajudar no processo dessa decisão tão importante!

1. Atendimento

Não existe espaço para dúvida quando o assunto são nossos filhos, não é verdade? Portanto, um bom atendimento por parte de toda a equipe da escola é um ótimo sinal.

Respeito e cordialidade devem fazer parte dos valores da instituição de ensino. Porém, é importante verificar se eles são de fato colocados em prática, em vez de ficarem apenas na teoria.

Tenha em mente que a forma como você é tratada pode ser refletida no cuidado (ou ausência dele) destinado também aos alunos. Por isso, fuja de escolas que demonstram descaso ao dar retorno, que contam com uma equipe que não consegue tirar suas dúvidas ou que não se mostram solícitas. Se você está tendo dificuldades agora, imagine ao longo dos próximos anos.

2. Metodologia aplicada na prática

Metodologia diferenciada é aquilo que toda escola brada aos quatro ventos dizendo que tem. Mas será que é assim mesmo na prática? Uma aula experimental é a situação ideal para testar e aprovar este item, afinal, essa é a hora do seu filho vivenciar o que a escola tem a oferecer.

Na Teddy Bear, todas as aulas são planejadas de acordo com a nossa metodologia exclusiva. Respeitamos a ordem natural da aquisição da linguagem por meio da experimentação, em um contexto autêntico e significativo que prestigia o idioma inglês.

A gente exemplifica: que tal aprender noções de sustentabilidade em inglês? Ou fazer uma aula de educação física e aprender um novo idioma ao mesmo tempo? Ou cozinhar e, além de ter um momento de lazer e descontração com os amigos, aprender também uma nova gama de vocabulário?

Aula experimental de inglês: Atividade "Gardening At School" realizada na Teddy Bear, onde os alunos desenvolvem a língua inglesa na prática.

No nosso método, todo o ciclo de plantio, desenvolvimento e colheita é ensinado em deliciosas experiências no Gardening at School. Esportes e atividades físicas são estimulados no Learning by Moving. Sem falar nas aulas de Cooking Experience onde, literalmente, os alunos colocam a mão na massa para aprender inglês e, claro, a cozinhar.

3. Vivência dos professores

Aulas lúdicas e divertidas são fundamentais para o aprendizado dos jovens, especialmente das crianças. Além delas, o que mais pode ser oferecido?

Se você busca uma instituição que ofereça a imersão real no idioma, é preciso avaliar o corpo docente para além de suas habilidades pedagógicas. É importante que eles realmente tenham experiências culturais na língua que ensinam. Isso facilita o repasse de nuances que muitas vezes ficam além de questões gramaticais.

Além disso, esse contato pode incentivar seu filho a também fazer o mesmo e buscar experiências de intercâmbio, por exemplo. Outro fator que já pode ser observado desde a aula experimental é se a escola conta com parceiros internacionais que proporcionem esse tipo de experiência.

4. Estrutura física

O ambiente que a escola oferece também deve ser um fator decisivo. Espaços que estimulam a criatividade e que são planejados de acordo com cada faixa etária fazem a diferença na experiência do estudante.

Além de uma metodologia eficaz, seu filho merece um ambiente educador, estimulante e seguro. Observe a sala de aula, mas não se esqueça de avaliar as outras áreas comuns. O tamanho e a capacidade de cada ambiente também deve estar de acordo com a quantidade de alunos.

Em uma aula experimental você também pode notar se a escola se preocupa com a conservação dos ambientes e se proporciona um espaço limpo e saudável.

5. Material didático

Uma aula experimental de inglês é o momento certo para avaliar se o material didático da escola está dentro das suas expectativas. Afinal, em alguns casos, o primeiro contato físico com a escola se dá neste dia.

Aula experimental de inglês: Aluna na biblioteca Teddy Bear com material didático.

Olhe atentamente se os materiais são desenvolvidos por editoras renomadas mundialmente e se suas edições estão atualizadas. Afinal, as crianças e adolescentes evoluem em um ritmo muito acelerado. A sinergia entre o material didático e os assuntos de interesse dos alunos é essencial nesse momento.

Na Teddy Bear, trabalhamos com materiais didáticos atualizados e de qualidade, de editoras que são referência mundial no ensino da língua inglesa.

6. Suporte pedagógico

Depois de avaliar a estrutura física e o material didático da escola, é importante também ficar de olho no suporte pedagógico. Qual o nível de atenção que o seu filho vai receber naquela escola? Ele será adequadamente amparado em caso de dificuldades?

Alguns critérios a serem considerados nesse aspecto são a formação e qualidade do corpo docente e da coordenação pedagógica. Na Teddy Bear, cada escola tem 1 ou mais Coordenadores Pedagógicos com anos de experiência como educadores, ajudando estudantes, educadores e pais a alcançarem seus objetivos.

7. Horários

Muitos pais não conseguem manter os filhos em atividades extracurriculares por um simples motivo: incompatibilidade de horários. Pesquise uma escola que ofereça diversas opções e que, se possível, funcione ao longo de todo o dia.

Nesse quesito, é importante notar algumas diferenças entre cursos de idiomas e escolas de inglês. Justamente por possibilitarem uma maior imersão na cultura anglo saxã, as escolas de idioma costumam ter uma carga horária mais extensa.

Em uma aula experimental você pode testar o trajeto de ida e volta e ter certeza se é possível conciliar o término da aula com o término das suas atividades diárias, por exemplo.

8. Formato das turmas

A qualidade do ensino é algo imprescindível e você sabe disso. Nesse quesito, você sabia que diversos estudos apontam que turmas menores são mais proveitosas? A lógica é simples: com turmas menores, a atenção individual dada pelo professor é exponencialmente maior.

O seu filho ganha mais atenção e se sente menos constrangido em caso de dúvidas. Essa atenção redobrada por parte do professor diminui as disparidades de aprendizado entre a turma, o que contribui para a manutenção da motivação dos alunos.

Aula experimental de inglês: Alunos da Teddy Bear dispostos em uma sala com número reduzido de estudantes.

 

Além do número reduzido de alunos em sala, a Teddy Bear forma turmas levando em consideração a idade, o nível escolar e o nível de conhecimento da língua de cada aluno. Dessa forma, possibilitamos que a criança interaja com outras no mesmo grau de domínio do idioma e todos evoluam juntos. Como resultado, todos se sentem confortáveis para sempre participar, questionar e se expressar.

9. Objetivo das aulas

Outra coisa a se observar em aulas experimentais é o foco do ensino. Você vai matricular o seu filho para que ele adquira fluência na vida adulta ou com algum objetivo específico — como um intercâmbio, por exemplo?

Certamente, isso depende especialmente da idade do jovem. Porém, é interessante observar essa questão e, inclusive, avaliar se a escola oferece outras possibilidades de ensino, como cursos de conversação ou turmas para o aprimoramento de alguma habilidade específica.

O ideal é que a escola seja capaz de proporcionar uma experiência imersiva completa, focando em todas as quatro principais habilidades (fala, escuta, escrita e leitura), além, claro, de apresentar as devidas noções de gramática.

Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, nós fazemos um convite. Preencha o formulário abaixo e agende uma aula experimental de inglês gratuita com a gente. A Teddy Bear é uma escola de inglês especializada para crianças e adolescentes. Com unidades em Florianópolis, São Paulo e Blumenau, será um prazer recebê-lo em uma de nossas escolas.

 
 
 


Powered by Rock Convert